Notícias

A Itália que queremos

Vicenzi agradece os 6.263 votos e reafirma o compromisso com a comunidade italiana residente na América do Sul

14.03.18

Fábio Vicenzi Deputado Itália 2018

Cari cittadini, buongiorno!

Terminaram as eleições e estou de volta!
Nos últimos dias acompanhei de perto a apuração dos votos e as diversas denúncias de irregularidades, sobretudo na Argentina. Mesmo que os resultados ainda não sejam oficiais, o cenário já está definido e nos próximos dias os eleitos serão confirmados. A posse será no dia 23/03 em Roma.

Volto com a convicção de que fizemos um excelente trabalho, que contou com a ajuda inestimável dos meus colaboradores, a quem agradeço enormemente pela dedicação nos dias tumultuadosde campanha. Juntos formamos um “vertice” que seguirá unido trabalhando pela italianidade na América do Sul.

Volto para agradecer aos meus 6.263 eleitores pelo voto e confiança e também as centenas de eleitores que votaram mas que por algum motivo tiveram seus votos anulados (por erro no preenchimento das cédulas, fechamento incorreto dos envelopes, falta de colocação da parte picotada do certificado eleitoral dentro do envelope maior, entre outros), ou entregues pelos Correios depois do prazo nos consulados, ou ainda aqueles que sequer receberam as cédulas ou que as receberam tardiamente.

Volto para reafirmar meu compromisso junto à comunidade italiana residente na América do Sul.

Volto porque acredito que juntos podemos construir a Itália que queremos: uma Itália mais unida, forte, europeia, solidária, rica, inclusiva e próxima do coirmão que vive longe, mas que carrega no sangue e na alma o amor à sua pátria.

Infelizmente, por cerca de 2.000 mil votos não consegui me eleger! Porém considero a minha primeira experiência fantástica e os resultados extremamente positivos, sobretudo em razão do prazo curtíssimo da campanha, realizada no meio do verão e do carnaval.

A cada um de vocês que abraçaram a minha campanha, que nos apoiaram e que torceram a cada voto, o meu muito obrigado!

Graças a essa integração, fiquei em primeiro lugar no Brasil entre os candidatos inscritos no PD e em segundo na América do Sul. Resultado este que me enche o coração de esperança e fé e que me inspira e motiva a continuar o caminho político iniciado.

Portanto, meus amigos e amigas, sigamos unidos, firmes e fortes em rede para que quando formos convocados novamente possamos fazer ouvir a nossa voz.

Minhas bases sólidas como o diálogo democrático e permanente, a transparência, a conciliação e a integração estarão sempre a vossa disposição na certeza de que a colheita dos resultados será coletiva, orgânica, sistêmica e solidária. Vai acontecer!

Vamos transformar os sinais negativos das urnas, de desilusão, protesto e abstenção em projetos de futuro, crescimento e união. Vamos reverter as tendências retrógradas e fascistas com diálogo e lógica. Sigo levando a bandeira da inovação, da igualdade, da renovação. Sigo com o sentimento latente de italianidade de um bisneto de imigrantes agricultores que não abandonará seus eleitores e que lutará pela Itália que queremos.

Por fim, dirijo um pensamento de gratidão e estima ao nosso secretário Matteo Renzi pelo compromisso desenvolvido e pelo trabalho realizado em todos esses anos à frente do Partido Democrático. Tudo isso não será perdido e sua relevância será reconhecida com o tempo. Também no Brasil será necessário repensar o PD, um trabalho que todos nós faremos juntos.

Permaneço a vossa disposição tanto no Brasil como na Itália, através do meu site www.fabiovicenzi.com, e-mail fabio@fabiovicenzi.com e dos telefones + 55 51 9.9554.3005 e + 39 06 6788994.
Grazie a tutti di cuore! Arrivederci a presto!

Fabio VICENZI